4 de março de 2015

Sem beira

Para onde vou?
Não quero ficar aqui
Não sei para onde ir
Mas preciso seguir

Para onde vou?
Não tenho passos marcados
Não sou soldado condecorado
Não sei desbravar o dia nublado

Por que estou aqui?
Fui trazida por estranhos
Amarrada pelos encantos
Largada com meus prantos

Por que ainda estou aqui?
Cansada de seguir sozinha
De mãos vazias e frias
Espero a luz, o amor e a companhia.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...