27 de maio de 2012

Sentimento ladrão

Olheiras feias, insônia companheira, tristes madrugadas de ideias esquecidas
Interrogação profunda e antiga de uma mente estranha e desconhecida.
Na noite sou  muitas vozes, poucas palavras ,um corpo e uma mágoa.
Passado revivido, manhã de frio e uma noite sem dono
Sou vítima de um sentimento que têm horas de amor e momentos de abandono
Sentimento intenso e louco que ocupa a ausência e a presença de um coração cheio de sonhos.
Sentimento ladrão que roubou tudo de mim
Me deixou um beijo sombrio e olhar fecundo sem fim.


6 comentários:

Fernando Santos (Chana) disse...

As vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido.
(Fernando Pessoa)

Cumprimentos

Lorena disse...

Sempre amanhece minha amiga, ainda bem... Belas palavras!

Everson Russo disse...

Sempre haverá um outro dia, e com ele, novas esperanças...temos que acreditar sempre....e não nos deixarmos abater nunca...beijos de bom dia pra ti.

vendedor de ilusão disse...

Oi criança linda...
Sou levando aos sonhos quando venho aqui só em ver esses guarda-chuvas abertos no ar, e que direi então de desse seu poema? Que poema lindo..., parabéns!
Um beijo.

♥♥♥Ani♥♥♥ disse...

Boa tarde


Passando pra deixar um beijo e desejar um quarta-feira linda pra você.

Ani

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti minha amiga...beijos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...