2 de abril de 2012

Zumbido de uma paixão

Olho para o vazio e sinto alívio 
sei que dele nada posso esperar e somente a ele posso suicidar 
as feridas que você deixou para me matar.
Sinto o beijo gelado da chuva que me espreita
Sinto o toque aveludado do vento frio que me deseja
Nos sonhos escuto o medo desesperado que me corteja.
Sonhei com teus os olhos, me segurei em teus braços 
Construí um lugar para mim fazendo nós nos laços
E entre trovões e relâmpagos suas palavras clarearam o abismo 
Tudo foi ao chão como um espelho sem reflexo 
como uma espada do inimigo     
Amar pela 1ª vez confundiu meu coração
Não ouvi os gritos da minha mente dizendo :
-ISSO NÃO É AMOR É SÓ O ZUMBIDO DE UMA PAIXÃO.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...